domingo, 17 de março de 2013

O VELHO CHICO E A IGREJA ESTRANHA



http://1.bp.blogspot.com/-P6cpXfO3G4M/TpnEZVRCVzI/AAAAAAAAAkU/9b87SDjok38/s1600/igreja+colorir.png

Hoje fui à igreja.
Há muitos anos meu filho me convida e eu nunca tinha ido com ele.
Não tenho religião, mas faço minhas preces a Deus e nosso Senhor Jesus Cristo todo santo dia.
Foi estranho, muito estranho!
Primeiro ele me disse que estava numa competição para ganhar um prêmio surpresa. Ganharia quem levasse mais pessoas que nunca estiveram lá. Mesmo assim fui. Mas antes de sair ele me disse que eu tinha que colocar uma roupa melhor porque ir de chinelo e roupa “surrada” não agrada a Deus. Mas que moleque, atrevido! Tudo bem, eu não disse nada!
Mas acho estranho! Em algum lugar li que Deus nos aceita como somos. Ele não olha o exterior. Tá escrito em algum lugar na Bíblia.
Estranho! Na hora de ler a Bíblia com o pastor vi que muitos, mesmo tendo a Bíblia nem fizeram questão de ler.
Achei estranho quando o pastor foi pregar:
- Vamos ouvir o que Deus tem a falar.
Durante toda a mensagem a maioria do povo não parava para ouvir o que o homem disse que Deus ia dizer. Que falta de educação e respeito com Deus. Esse povo parece que estuda para ser ignorante e mal educado.
Vi pessoas gritando, pulando como loucas, rodopiando, babando, algumas se batiam no chão, levantavam bandeiras de um país que nem sei onde é, dizendo que lá é um lugar sagrado. Eu sou brasileiro. Amo meu país. Terra abençoada por Deus. Não consigo entender isso.
O homem que estava pregando falava mais em dinheiro do que outra coisa. Disse que Deus quer que todos os seus filhos sejam ricos, e tenham ótimas casas, carros importados... Coitada da minha mãe. A vida toda lá no Nordeste, onde água pura era uma dificuldade, se ela ouvisse um negócio desse – que o verdadeiro crente tem que ser é rico - ela ia pirar. Que Deus a tenha!
O pastor até pediu 500 reais de oferta das pessoas que estão lá porque era para mostrar a fé para Deus. E se fizessem isso Deus ia dar muito mais, porque ele ia “determinar” que Deus abençoasse cem vez mais as pessoas que dessem o dinheiro. Esse povo acha que manda até em Deus agora! Quer dizer que quem é pobre não recebe a oração desse pastor...
No fim do culto eles estavam vendendo uns lencinhos que curavam e umas garrafinhas com água do Rio Jordão. E caro! O mais barato era 50 reais. Vai engana os bestas! Por isso que Jesus expulsou os cambistas sem vergonhas do templo de Jerusalém.
Ah, minha mãezinha obrigado! Você sempre me ensinou que a verdadeira riqueza está no céu. Tudo nessa terra é passageiro. O mais importante é temer a Deus e amar o próximo.
Eu não conheço muito da Bíblia. Nem sei ler direito. Mas acho que esse povo que vai para a igreja do meu filho - que Deus me perdoe! – conhece menos do que eu sobre Deus.
         Eu fico com o que minha mãe me ensinou. E vou continuar fazendo minhas orações em casa mesmo. Vai que Jesus volta e deixa esse povo tudo por aí. Tenho pena do meu filho, Meu Deus!
...........................................................................................................

A Igreja de Deus precisa começar a olhar para o padrão bíblico e analisar o que se tem "vendido" nos templos que trazem diversos "rótulos" e "embalagens" para todos os gostos. A multiforme Graça Divina não pode ser utilizada como mistura para heresias. Leite com veneno continua sendo veneno. Ser igreja é alimentar-se do genuíno alimento espiritual sem aditivos dos fariseus, o maldito fermento deles. Para isso, cada elemento do Corpo de Cristo precisa aprender com o velho Chico dessa história (quase um bereano), o qual mesmo leigo guarda a sua fé pura e simples no Cristo Salvador.
 
[Joel Souza]

quinta-feira, 7 de março de 2013

CARTA DE PERDÃO




Um ladrão de casas, na Inglaterra, acusado de causar prejuízos de 500 mil reais teve a pena reduzida pela metade por causa das cartas com pedidos de desculpa que ele escreveu para as vítimas. O juiz levou em consideração as 70 cartas que diziam “Roubei sua casa porque estava usando drogas, não tinha ideia do remorso”. Por fim, ele teve a pena reduzida de cinco para dois anos e meio. Apesar de a decisão ser considerada sínica por alguns, o ladrão de casas teve a pena abrandada por ter reconhecido seu erro e pedido perdão às suas vítimas.

Nós também pecamos e merecíamos uma pena de morte eterna. Contudo, a Bíblia nos mostra que a confissão dos pecados a Deus, o Justo Juiz, não tem um efeito incompleto. O efeito é perfeito por meio de Cristo: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça”. [1 João 1:9].

      Quando agíamos sob influência do Maligno nossas ações redundavam em pecado contra Deus e nossos próximos. Hoje aqueles que experimentaram o livramento proporcionado por Cristo têm a paz e a justificação proporcionada pelo sacrifício de Jesus na cruz. Ele, sendo uma carta viva, foi aberto e lido por Deus e os homens na cruz do calvário.

“Ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados.” [Isaías 53:5]. Cristo levou consigo o pedido de perdão que foi aceito pelo Juiz Divino. E hoje podemos desfrutar a liberdade, liberdade que conduz à vida eterna. [Joel Souza]