terça-feira, 31 de janeiro de 2012

IGREJA DA MACONHA

Geraldo Batista, líder religioso da seita
      Depois da divulgação da “Igreja do Ctrl C + Ctrl V”, a seita que está em voga é a “Igreja da Maconha”. Pois é. A igreja Niubingui Etíope Coptic de Sião do Brasil se reúne em Americana, São Paulo. Segundo o líder, Geraldo Batista, a maconha é uma erva santa e foi usada por Jesus quando transformou a água em vinho e em todos os seus milagres. Para ele Canaã é a cidade da Maconha. Apesar desses argumentos a polícia está investigando Geraldo por crime de tráfico de drogas.
     
      A igreja da maconha está presente nas redes sociais e traz a seguinte mensagem no corpo do blog:

"IMPORTANTE: Os textos desta pagina são os capítulos da obra, por tanto, para se obter uma compreensão global de nossa fé, é imperioso que se faça a leitura dos mesmos na seqüência original . Abra sua mente, e conheça a história como nunca contada antes. Felicidades e Iluminação."  

      Segue o texto publicado na Folha online:     
“Na cidade de Americana (SP), um sítio é sede de uma igreja que utiliza a filosofia rastafari e que já foi palco de três operações policiais com apreensão de dezenas de pés de maconha. A lei brasileira não permite o uso da cannabis para fins religiosos, mas esta igreja quer usar a jurisprudência do Santo Daime, permitido na legislação vigente. O chefe espiritual da igreja disse que investigou tudo sobre a crença pela internet, mas ressalta que nunca teve contato pessoal com um rastafari jamaicano.”
Fonte: Folha
SALMO 15 - Só nos resta lembrar a advertência do Apóstolo Paulo:
 
"Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas. Tu, porém, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério." 2 Timóteo 4:3-5.

Violência e Desejo

Por Jung Mo Sung

      Muitos ainda associam a violência à pobreza e ficam assustados e perplexos diante do aumento da violência nas sociedades ricas, nas cidades mais ricas do nosso país e também entre as pessoas da classe média e alta.
      Eu quero propor uma reflexão sobre isto a partir do binômio desejo e violência. Uma das características do ser humano é o fato de ser um ser desejante. O que nos move não é tanto as necessidades, mas os desejos. O problema é que nós não sabemos bem o que desejar concretamente. Precisamos de modelos de desejo que nos indiquem. Isto é, nós imitamos os desejos dos nossos modelos.
      É por isso, por exemplo, que Michael Jordan ganha tanto dinheiro: para mostrar aos seus fãs o que desejar, isto é, o que comprar. Nós queremos ser como o nosso modelo e por isso queremos ter o que o nosso modelo de desejo tem ou deseja. Esta é a razão pela qual nós tanto ansiamos consumir e acabamos sempre comprando mais do que seria razoável, pois no fundo estamos buscando ser mais.
      Quando desejamos algo ou alguém porque uma outra pessoa deseja, nós entramos em uma relação triangular. O objeto de desejo se torna escasso em relação às pessoas desejantes e com isso se estabelece um conflito entre elas na busca do objeto desejado. É a escassez e este conflito que reforçam o nosso desejo por este objeto.
      Nas sociedades antigas havia um certo controle destes conflitos através dos tabus e normas morais. A sociedade moderna modificou radicalmente esta questão ao se apresentar como capaz de superar este conflito com a produção “ilimitada” de bens e de objetos de desejos. Com isso estimula as pessoas a desejarem cada vez mais e a lutarem pelo seu “direito” de realizar todos os seus desejos. Só que as pessoas desejam algo não só porque é bom “em si”, mas porque outras pessoas também desejam.
      Sendo assim, os outros aparecem como rivais a serem derrotados. Um outro limitador da realização do desejo é a falta de dinheiro para satisfazer todos os desejos de ter/comprar. Os outros e a falta de dinheiro aparecem como os “culpados” pela minha frustração de não realizar o desejo de consumir/ter cada novo objeto de desejo apresentado pelo mercado. E esta frustração, como vimos, não é só não ter, mas tem a ver com o sentimento de não ser.
      Não é à toa que a violência aumenta entre nós e que cada vez mais as pessoas fazem “qualquer coisa” para conseguir não o necessário para viver, mas sim os seus objetos de desejo.
[SUNG, Jung Mo. Violência e desejo. Semeando: Pastoral Universitária. Bragança Paulista:
Universidade São Francisco, ano XVIII, mai./jun. 2000.]

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

DESAFIO DOS 176 DIAS - SALMO 119:10

"Com todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos."
Salmos 119:10

 O Mapa e a Bússola
      O coração de todo viajante anseia chegar ao seu destino. Mesmo aqueles que seguem errantes têm um objetivo: um lugar diferente. A vida cristã é uma viagem. E o destino é glorioso: a Nova Jerusalém. As Escrituras afirmam que só há um caminho que conduz a esse Reino: Jesus Cristo.
      Deus providenciou um mapa e uma bússola para garantir que a nossa viagem será segura. A Bíblia apresenta o caminho e o lugar aonde chegaremos, e o Espírito Santo nos orienta, a fim de que não nos percamos.
Oração: Santo Espírito de Deus, guia-me pelo caminho da santidade e leva-me até a presença do Altíssimo.
Curta e compartilhe os textos que falam de Deus!

CLASSIFICAÇÃO DE PAÍSES POR PERSEGUIÇÃO


 Neste mapa você encontra os 50 países que estão entre os mais opressores ao cristianismo e à liberdade religiosa. Atualizada a cada ano, a lista classifica a situação no país através de uma análise que leva em consideração os seguintes fatores:
• Situação legal dos cristãos no país
• Atitude do regime político em relação à comunidade cristã
• Liberdade da Igreja para organizar eventos
• Papel da Igreja na sociedade
• Tratamento de cristãos considerados individualmente
• Outros fatores limitadores da vida de igrejas e cristãos
Ao chegar em um país, a Portas Abertas procura os cristãos locais e lhes pergunta como pode ajudá-los. Em 95% dos casos, esses cristãos pedem oração. O segundo pedido sempre é por Bíblias, materiais de estudo e treinamento.
O valor fundamental deste levantamento é uma forma de determinar onde a necessidade de ajuda é mais urgente.
Acesse o link Missão Portas Abertas  para baixar arquivos e divulgar em sua igreja local.

A fé de um ex-crente


Um ex-crente estava numa reunião familiar. Os irmãos começaram a citar seus versículos preferidos, ele, então, proferiu sua fé:

- Quando o Senhor era o meu pastor nada me faltava.

domingo, 22 de janeiro de 2012

IMPERFEIÇÕES


Diante das nossas imperfeições só nos resta dar as mãos e caminhar juntos em direção Àquele que é Perfeito: JESUS!
Só nos resta orar juntos suplicando ao Pai misericórdia.
Só nos resta celebrar juntos a Graça em Cristo Jesus.
Só nos resta dar suporte um ao outro para que juntos vençamos o Maligno.
Só nos resta amar o outro como Aba nos ama.
Só nos resta perdoar o outro como Jesus nos perdoa.
Só nos resta viver juntos em Amor sincero.
Só nos resta compartilhar a Alegria da Aceitação.
Só nos resta conviver em Paz com as imperfeições alheias.
Sendo todos imperfeitos só nos resta seguir juntos!
Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tem amado a eles como me tens amado a mim. (João 17:23)
Por Joel Souza, um imperfeito.

O CUSTO DA RIQUEZA

Compartilho com você um resumo do conto de Leon tolstoi sobre o alto preço que o amor às riquezas cobra de seus amantes.

Não há grandeza onde não houver simplicidade, bondade e verdade. (Leon Tolstoi) 
Tolstoi ilustra esse desafio em sua história assombrosa “de quanta terra um homem precisa?” A história é sobre um camponês cujo objetivo na vida é possuir cada vez mais terras. Ele já possui uma fazenda do tamanho considerável, mas não é suficiente e ele deseja mais. Quando fica sabendo que o governo está praticamente doando tantas terras quanto uma pessoa a queira em outra parte do país, a fim de promover o crescimento da região, o camponês deixa temporariamente sua família e faz um alonga viagem em busca de fortuna.
            Ao chegar lá, fica sabendo as regras da transação: deve começar em um determinado ponto ao nascer do sol e correr ou caminhar mais longe que puder até o pôr-do-sol. Todas as terras dentro dos limites que ele atravessar serão suas, desde que ele consiga voltar antes do poente. Se não conseguir voltar a tempo, não ganha nenhuma terra e não terá a oportunidade de tentar outra vez.
            O camponês fica entusiasmado diante da oportunidade. Descansa o máximo que pode na noite anterior e, na manhã seguinte, quando a primeira lasca de sol surge no horizonte, ele parte num ritmo compassado para conserva as energias. Começa caminhando vigorosamente em direção ao norte para que possa ver o sol elevando-se à sua direita. Depois de seguir uma longa distância nessa direção, acha prudente virar para o leste. Mas a terra é tão rica e fértil que ele simplesmente quer ganhar mais, de modo que prossegue só mais um pouco para ampliar o terreno que vai reclamar.
            (...)
            O sol já está se pondo quando ele se volta para o oeste, no último trecho de sua jornada. O local de onde começou ainda é apenas um pontinho no horizonte; será uma corrida para ele conseguir chegar antes do final. Ele se arrasta pesadamente, mal conseguindo erguer cada perna. Finalmente, consegue divisar o lugar onde começou e os rostos das pessoas que lá estão. Elas riem dele.
            O sol se põe forte e cor de laranja; só mais alguns segundos. O exausto camponês esforça-se até a linha de chegada e cai exatamente quando os últimos raios de sol desaparecem no horizonte. Ele conseguiu. A terra lhe pertence. Mas sua vitória dura pouco, pois ali mesmo ele sucumbe de exaustão e morre.
Fonte: LYNBERG, Michael. Faça de cada dia uma obra-prima. Rio de Janeiro: Ediouro, 2003, p.163.
Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma? Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras. Mateus 16:26-27


quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Big Brother Brasil um Programa Imbecil

Esse é o tema do cordel composto por Antonio Barreto. O texto foi indicado por um amigo no facebook e julgo uma ótima descrição do papel do BBB na mídia brasileira.
E para quem gosta apenas do que é recomendado por especialistas segue o que disse o renomado teólogo Leonardo Boff em seu blog sobre o cordelista: “Tem gabarito e merece ser ouvido”. Curta e compartilhe!
Big Brother Brasil Um Programa imbecil
Autor:
Antonio Barreto, Cordelista natural de Santa Bárbara-BA, residente em Salvador.
Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo
Um programa tão ‘fuleiro’
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.

Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, ‘zé-ninguém’
Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme ‘armadilha’.

Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.

O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.

Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bienal
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Da muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social

Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério – não banal.

Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os “heróis” protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo
“professor”, Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.

Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos “belos” na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo
É de nos “emburrecer”
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.

A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.

E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não deem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados

Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.

A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.


Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.

Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?

Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal.
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal.

Fonte: Leonardo Boff wordpress

Seria o fim do Big Brother Brasil?

Eis que surge uma ponta de esperança no iceberg da desilusão com a mídia brasileira. O Ministério das Comunicações decide investigar se a Rede Globo estaria descumprindo as "finalidades educativas e culturais da radiodifusão e com a manutenção de um elevado sentido moral e cívico" ao veicular as cenas polêmicas do BBB 12, nas quais haveria cenas de suposto estupro, envolvendo dois participantes. 


Ministério das Comunicações investiga polêmica no BBB
"Em nota, o Ministério das Comunicações informou que investigará as imagens veiculadas no domingo, 15, pela Globo durante o programa ao vivo do BBB12. Caso se constate que foi mostrada uma cena de estupro, poderá punir a emissora até com a interrupção da concessão, além de multas e outras sanções. O órgão ainda solicitou à Anatel que investigue o que se veiculou na TV a cabo.
Após a polêmica envolvendo Daniel e Monique, a Globo de início negou que tivesse havido abuso sexual, pois a própria moça afirmara no confessionário que a troca de carícias foi consentida. Com a entrada da polícia no caso, a cúpula da emissora decidiu excluir o participante do programa para que ele pudesse se esclarecer formalmente e por julgar que o comportamento dele fora gravemente inadequado.
A Globo entrou em detalhes na polêmica no Jornal Nacional de terça, 17, e no BBB do mesmo dia, com uma matéria de dois minutos sobre as investigações da polícia e com a leitura de uma nota oficial pelo apresentador Pedro Bial."

Nota do Ministério Público

"Inicialmente, o Ministério das Comunicações vai identificar se o possível estupro foi veiculado na TV Globo, emissora outorgada concessionária do serviço de radiodifusão de sons e imagens, fiscalizada pelo ministério, ou apenas nos canais de TV por assinatura, fiscalizados pela Anatel, nos termos da Lei Geral de Telecomunicações - LGT.

Já foi solicitada à TV Globo a gravação da programação veiculada nos dias 14 e 15 de janeiro de 2012, para degravação. As imagens serão analisadas e, se estiverem em desacordo com as finalidades educativas e culturais da radiodifusão e com a manutenção de um elevado sentido moral e cívico, não permitindo a transmissão de espetáculos, trechos musicais cantados, quadros, anedotas ou palavras contrárias à moral familiar e aos bons costumes, expondo pessoas a situações que, de alguma forma, redundem em constrangimento, ainda que seu objetivo seja jornalístico (art. 38, alínea "d" do Código Brasileiro de Telecomunicações - Lei n˚ 4.117/62 - c/c art. 28, item 12, alíneas "a" e "b" do Regulamento dos Serviços de Radiodifusão - Decreto n˚ 52.795/63), será instaurado Processo de Apuração de Infração neste ministério, cujas sanções cabíveis incluem a interrupção dos serviços (Parágrafo único do art. 63 e multa nos termos do art. 62 do mesmo Código)."
Fonte: Yahoo Notícias

IGREJA PERSEGUIDA: Quem se importa?

            No mundo inteiro existem cristãos sendo perseguidos. Quem se importa? Muitos cristãos brasileiros podem dizer que estão cientes disso. Entretanto, a verdade é que muitos não conseguem nem imaginar o que é sofrer por amor do Evangelho. Em países como Coréia do Norte, Afeganistão, Arábia Saudita, Somália e Irã, que estão no topo da lista dos mais intolerantes, há cristãos sendo violentados, torturados, presos injustamente e condenados a morte por causa do Evangelho.
            Eu também não faço ideia de quanto sofrimento. Mas como Igreja de Cristo podemos ajudar. Oração é o mais importante. E convido você a assumir esse compromisso por Amor de Cristo. A seguir, transcrevo ipisis litteris o apelo do site da Missão Portas Abertas.

Divulgue
"Sempre agradecemos a Deus, o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, quando oramos por vocês, pois temos ouvido falar da fé que vocês têm em Cristo Jesus e do amor que têm por todos os santos." Colossenses 1.3,4
A Portas Abertas conta com você para partilhar sobre a realidade da perseguição cristã e o abuso aos direitos humanos por causa da fé em Cristo com seus familiares, amigos, colegas de trabalho, igrejas ou associações. Você pode nos ajudar reproduzindo nossas notícias nas redes sociais, convidando pessoas para conhecerem a Portas Abertas e divulgando nossos eventos, campanhas e materiais de apoio.
Existem ainda duas outras formas de divulgar esta causa:
  1. Tornando-se voluntariamente um Correspondente Local em sua igreja ou comunidade
  2. Tornando-se voluntariamente um Correspondente Sênior da Portas Abertas, ou seja, aquele que está apto e autorizado a falar em nome da organização
Ferramentas de divulgação
A revista Portas Abertas é escrita a partir do material que recebemos de nossas bases e contatos de campo. Nela, você encontra testemunhos, relatórios de projetos, notícias, análises, campanhas de cartas e pedidos de oração sobre os cristãos perseguidos.
A cada mês, a revista oferece a oportunidade de se doar para um projeto de campo diferente. Com a revista em mãos, você tem um bom instrumento de divulgação junto à sua comunidade. Depois de ler, você pode dar sua revista para outra pessoa.
Fale da Igreja Perseguida, agende a visita de um representante da Portas Abertas Brasil em sua igreja, presenteie amigos com a revista e outros dos nossos materiais de conscientização e edificação.
Eu me importo. E você?
Clique e conheça a Missão Portas Abertas

A IGREJA DO "CTRL C + CTRL V"

Símbolo do Copismo: pirâmide com a letra K
Existem religiões para todos os gostos e a cada dia novas crenças são estabelecidas. A última novidade é a Igreja do Ctrl C + Ctrl V, ou Igreja do Copimismo. A mensagem de fé levada pela seita é “Copie e semeie”. A celebração dos copimistas é o ato de COPIAR.
“A palavra Copimismo é um neologismo em português para ‘Kopimism’, que por sua vez tem origem no termo ‘kopimi’, que soa como ‘copy me’ (copie-me, em inglês).  Assim como uma religião comum, ela possui hierarquia, missas e orações – chamadas por Gerson de ‘encorajamentos’.”

Para os membros da nova igreja a internet é sagrada “porque é o meio ideal para copiar informações”. Assim como várias outras religiões a nova seita possui hierarquias e celebram a fé copiando arquivos uns dos outros nas reuniões em chats ou salas físicas.
Apóstolo do Ctrl C + Ctrl V
O Apóstolo do Ctr C + Ctrl V é Isak Gerson de 19 anos. Ele é sueco e estuda Filosofia na Universidade Uppsala. Exerce a função de contador no movimento estudantil cristão. Em entrevista ao Uol Tecnologia o líder espiritual afirma que sempre foi cristão e permanece na fé. Ele diz ainda que a religião já existia há anos e não é o criador.
 “E eu não criei o copimismo, aliás. Eu apenas fui eleito como líder espiritual pela organização.” Gerson.
Questionado sobre a instituição de uma seita ao invés de uma ONG, responde:
“Nós achamos que uma igreja seria a melhor forma para organizar nossas práticas religiosas, então fundamos a igreja.”
ADEPTOS NO BRASIL E NO MUNDO
A organização religiosa possui cerca de 4 mil membros e já foi reconhecida como igreja na Suécia. Logo após o reconhecimento, seus missionários espalharam sua fé pelo mundo. Países como Canadá, Dinamarca, França, Grécia, Índia, Japão, Israel, Itália, Holanda, Nova Zelândia, Romênia e Rússia já possuem adeptos. Nos Estados unidos já foi fundada a Primeira Igreja Unida do Copimismo (First United Church of Kopimism).
O Apóstolo do Copimismo afirma que há fiéis brasileiros e deixou uma mensagem de encorajamento:
“Pelo que vejo no noticiário, o Brasil parece ser um país bem copimista. Vocês parecem estar anos a frente do que nós nos debates sobre Commons [Creative Commons] na cultura e patentes na medicina. Vejo vocês como um modelo de país. Continuem assim!”
Fonte: Uol tecnologia

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

DESAFIO DOS 176 DIAS - SALMO 119:9

"Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra." Salmo 119:9
A vida e seus prazeres seduzem os jovens ávidos por experiências. Porém, escondem as dores da imprudência e da insensatez, as quais um dia são reveladas com pesar. O salmista levanta uma questão vital: como viver bem aos olhos de Deus? Vive bem quem vive com sabedoria. Amar a Deus é primeiro passo para ser sábio. A Bíblia está repleta de recomendações aos moços e moças, e de exemplos daqueles que na mocidade foram sábios. Lembrar-se de Deus no tempo da juventude é requisito para conhecer Aquele que é desde o princípio; adquirindo força, permanência em Cristo e vitória sobre o maligno.
Oração: Pai, ensina-me a viver bem e com sabedoria, guardando a tua Palavra em meu coração.

Clique e curta nossa página no facebook

EXTREMISTAS HOMOSSEXUAIS TENTAM BOICOTAR CRISTÃOS

      Existem grupos e pessoas cristãs que tentam esclarecer a comunidade gay sobre as verdades bíblicas acerca do homossexualismo. Entre eles estão: Tradição, Família e Propriedade (TFP), Americanos pela Verdade acerca da Homossexualidade (AFTAH) e Julio Severo (blogueiro cristão e ativista pró-família). Mas, assim como no Brasil, há organizações extremistas pró-homossexualismo tentando calar os cristãos ao redor do mundo. Não aceite esta mordaça! Faça algo em defesa de sua fé e de seus irmãos ao redor do mundo.

Americanos pela Verdade acerca da Homossexualidade (AFTAH) e Julio Severo
na mira dos extremistas pró-homossexualismo

      "Dez grupos e indivíduos opostos à agenda homossexual estão sob ataque por parte da organização muito bem financiada “All Out”, que está coletando assinaturas num movimento que pede ao PayPal (sistema de pagamentos e recebimentos online) que os remova de seu serviço os grupos cristãos, eliminando assim a possibilidade desses grupos receberem recursos financeiros. A tática da organização é misturar junto organizações cristãs não extremistas com organizações extremistas, a fim de destruir sua base financeira e eliminar sua presença na internet."

      Infelizmente o movimento gay All out já recolheu mais de 40.000 assinaturas. E o site pró-cristão, apenas 11.905 até o momento. Alguns cristãos por desconhecimento, outros por indiferença estão permitindo que evangelistas sejam punidos por anunciarem Jesus.

      Acesse o site e assine o "Protesto contra o ataque de organizações homossexuais contra os ativistas cristãos Julio Severo, Americans for Truth About Homosexuality (AFTAH) e Tradição, Família e Propriedade (TFP). Incentivo o PayPal a defender o direito de organizações pró-família de usar seu serviço e a rejeitar ataques contra a fé cristã e outras religiões que defendem a moralidade sexual e os valores da família."

Não aceite esta mordaça! Faça algo em defesa de sua fé e de seus irmãos ao redor do mundo. Acesse e assine em:
(o site apresenta esclarecimentos em Português)

Clique e curta nossa página no facebook

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

DESAFIO DOS 176 DIAS - SALMO 119:8

“Observarei os teus estatutos; não me desampares totalmente.”
Salmos 119:8
            Uma das piores experiências humanas é o abandono. Esse trauma também foi vivido por Jesus na cruz. Na ocasião, Cristo sentiu a dor da rejeição do próprio Pai. Não porque fosse merecedor, mas por causa do nosso pecado. Jesus experimentou a dor do abandono para que nós usufruíssemos a Alegria da aceitação. Ele prometeu que estaria conosco todos os dias até o fim dos tempos. Os nascidos no Salvador não sofrem rejeição. Deus estabelece um pacto de Amor Eterno com aqueles que, uma vez purificados pelo sangue do Redentor, observam seus estatutos.
Oração: Pai, revela-me a mensagem da tua Palavra, purifica-me e aceita-me.

domingo, 15 de janeiro de 2012

Jornalista chama pastores de ESPERTALHÕES DA FÉ

No dia 09 de janeiro deste ano, o jornalista Luiz Cláudio Cunha escreveu um maçante e irônico artigo no qual junta os televangelistas Silas Malafaia, R. R. Soares, Edir Macedo, Valdemiro Santiago e a Igreja Católica – e as irmãzinhas que figuram no BBB 12 - no mesmo saco e discursa.
                As primeiras linhas declaram que R. R. Soares renovou o contrato com a  Band por R$ 5 milhões mensais. Macedo, Malafaia e Santiago são chamados de líderes de seitas “na condição suprema de ‘apóstolos’”. Criticam as inúmeras facilidades de arrecadação propostas pelos televangelistas em seus programas como contas bancárias, telemarketing e bandeiras de cartões de crédito.
 Luiz Cláudio lembra que Edir Macedo um dia liderou R. R. Soares e Valdemiro, e continua ensinado a arte de prosperar. “O bispo que oferecia milhões para comprar um naco do maior concorrente era o mesmo dono da Igreja que fazia um descarado apelo em seu blog, em abril passado, para que os fieis juntassem alguns trocados para ajudá-lo a pagar a conta salgada de seu site. Coisa miúda, apenas R$ 107.622 mensais.”
                O Apóstolo sertanejo também não escapou da Inquisição de Cunha. Valdemiro é criticado pelas garrafas pet de 400 ml com água supostamente ungida e que vendia por no minímo 100 reais. A recente campanha do “Martelinho da Justiça” foi definida como “um pequeno, baratinho malho de madeira capaz de quebrar mandingas, maus-olhados e “as pedras que atravessam os seus caminhos”. O choro que rendeu algo em torno de 23 milhões de reais em 2010 diante das câmeras de TV também foi lembrado. A Cidade Mundial foi ironizada: “Para erigir o templo, Valdemiro viu a igreja aumentar seus gastos mensais em R$ 30 milhões, prova de que o martelinho e a garrafinha são realmente miraculosos.”
Para Silas Malafaia foi reservado o título de “Trovão homofóbico e diabólico”. Malafaia é acusado de trazer pastores americanos “especialistas em riqueza material” como Mike Murdock que lançou o projeto “Clube de 1 Milhão de Almas” e o “gênio da prosperidade” Morris Cerullo.
Em sua critica à igreja católica brasileira escreve: “agrupa hoje mais de 200 rádios e quase 50 emissoras de TV, contra 80 rádios e quase 280 emissoras de TV de oito braços do crescente ramo evangélico. É um domínio que se fortalece cada vez mais, embora adaptando seu perfil para fórmulas mais agressivas e despudoradas de avanço sobre o bolso das populações mais pobres, mais desesperadas, menos instruídas.
O jornalista não deixou de fora nem a “recém convertida” Rede Globo, criticando o Festival Promessas, exibido em 18 de dezembro de 2011. Afirma que o faturamento da emissora girou em torno de R$ 55 milhões. O público presente, apenas 20 mil pessoas, foi uma heresia para as ambições bíblicas da Globo, mas a fiel audiência na telinha na tarde do domingo seguinte foi uma bênção divina
Quanto ao BBB 12 afirma que Boninho não confirmou, entretanto, o reality traz duas evangélicas Kelly (28) e Jakeline (22). Diz que “Não se sabe ainda o tamanho do fio-dental que as duas evangélicas vão exibir na casa mais vigiada do Brasil, nem o salmo que irão recitar debaixo do edredom, cercadas por tantas câmeras indiscretas.”
                Por fim, atesta que “A louvação ecumênica ao dinheiro pintado pela hipocrisia de todos os credos esclarece, em parte, a progressiva invasão destes templos cada vez mais eletrônicos, escancarados por vendilhões cada vez mais acessíveis a espertalhões cada vez mais abusados no assalto à boa fé de sempre dos desesperados.”
                Salmo 15 - Parafraseando o Apóstolo Paulo (o verdadeiro): que diremos, pois diante dessas coisas? O que muitos “evangélicos” se recusam a aceitar - principalmente os sectários da prosperidade e das curas – as pedras denunciam. Se o jornalista não foi feliz em todas as suas colocações, pelo menos merece a atenção daqueles que ainda lembram de Mateus 23, a fim de refletir sobre o caótico cenário evangélico. Aliás, alguém duvida que a Globo realmente visa à “glória dos bilhões” arrecadados pelo mercado Gospel?

Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Fonte: Jornal Sul 21:  Os vendilhões dos templos eletrônicos em tempos de espertalhões da fé

sábado, 14 de janeiro de 2012

A DIETA DE JESUS


Nesse ínterim, os discípulos lhe rogavam, dizendo: Mestre, come!
Mas Ele lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis.
Diziam, então os discípulos uns aos outros: Ter-lhe-ia, porventura, alguém trazido o que comer?
Disse-lhes Jesus: A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra. (João 4:31-34)

          Em que consiste a sua dieta espiritual? Gororobas preparadas por homens megalomaníacos que enxergam os outros como cifras, ou Palavra de Deus servida pelo Espírito Santo? Não terceirize sua busca pelo conhecimento da Palavra de Deus. Alimente-se direto Daquele que é a Fonte.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

NÃO QUERO MAIS SER EVANGÉLICO - UM DESABAFO

Por Pr.  Ariovaldo Ramos
Ser evangélico, pelo menos no Brasil, não significa mais ser praticante e pregador do Evangelho (Boas Novas) de Jesus Cristo, mas, a condição de membro de um segmento do Cristianismo, com cada vez menor relacionamento histórico com a Reforma Protestante – o segmento mais complicado, controverso, dividido e contraditório do Cristianismo. O significado de ser pastor evangélico, então, é melhor nem falar, para não incorrer no risco de ser grosseiro.
Não quero mais ser evangélico! Quero voltar para Jesus Cristo, para a boa notícia que Ele é e ensinou. Voltemos a ser adoradores do Pai porque, segundo Jesus, são estes os que o Pai procura e, não, por mão de obra especializada ou por “profissionais da fé”. Voltemos à consciência de que o Caminho, a Verdade e a Vida é uma Pessoa e não um corpo de doutrinas e/ou tradições, nascidas da tentativa de dissecarmos Deus; de que, estar no caminho, conhecer a verdade e desfrutar a vida é relacionar-se intensamente com essa Pessoa: Jesus de Nazaré, o Cristo, o Filho do Deus vivo. Quero os dogmas que nascem desse encontro: uma leitura bíblica que nos faça ver Jesus Cristo e não uma leitura bibliólatra. Não quero a espiritualidade que se sustenta em prodígios, no mínimo discutíveis, e sim, a que se manifesta no caráter.
Chega dessa “diabose”! Voltemos à graça, à centralidade da cruz, onde tudo foi consumado. Voltemos à consciência de que fomos achados por Ele, que começou em cada filho Seu algo que vai completar: voltemos às orações e jejuns, não como fruto de obrigação ou moeda de troca, mas, como namoro apaixonado com o Ser amado da alma resgatada.
Voltemos ao amor, à convicção de que ser cristão é amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos: voltemos aos irmãos, não como membros de um sindicato, de um clube, ou de uma sociedade anônima, mas, como membros do corpo de Cristo. Quero relacionar-me com eles como as crianças relacionam-se com os que as alimentam – em profundo amor e senso de dependência: quero voltar a ser guardião de meu irmão e não seu juiz. Voltemos ao amor que agasalha no frio, assiste na dor, dessedenta na sede, alimenta na fome, que reparte, que não usa o pronome “meu”, mas, o pronome “nosso”.
Para que os títulos: “pastor”, “reverendo”, “bispo”, “apóstolo”, o que eles significam, se todos são sacerdotes? Quero voltar a ser leigo! Para que o clericalismo? Voltemos, ao sermos servos uns dos outros aos dons do corpo que correm soltos e dão o tom litúrgico da reunião dos santos; ao, “onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu lá estarei” de Mateus 18.20. Que o culto seja do povo e não dos dirigentes – chega de show! Voltemos aos presbíteros e diáconos, não como títulos, mas, como função: os que, sob unção da igreja local, cuidam da ministração da Palavra, da vida de oração da comunidade e para que ninguém tenha necessidade, seja material, espiritual ou social. Chega de ministérios megalômanos onde o povo de Deus é mão de obra ou massa de manobra!
Para que os templos, o institucionalismo, o denominacionalismo? Voltemos às catacumbas, à igreja local. Por que o pulpitocentrismo? Voltemos ao “instruí-vos uns aos outros” (Cl 3. 16).
Por que a pressão pelo crescimento? Jesus Cristo não nos ordenou a sermos uma Igreja que cresce, mas, uma Igreja que aparece: “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus. “(Mt 5.16). Vamos anunciar com nossa vida, serviço e palavras “todo o Evangelho ao homem… a todos os homens”. Deixemos o crescimento para o Espírito Santo que “acrescenta dia a dia os que haverão de ser salvos”, sem adulterar a mensagem.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook
FONTE: Gospel mais